Afinal, o que fazer para aumentar a vida útil de equipamentos de TI?

Com o tempo, os equipamentos eletrônicos vão inevitavelmente se desgastando devido ao uso e precisam ser substituídos. Porém, para as empresas, é importante prolongar a vida útil dos equipamentos de TI, para evitar fazer novos investimentos sem ter utilizado ao máximo os benefícios do aparelho adquirido anteriormente.

Compartilhe esta notícia

A vida útil de um equipamento se refere ao período de tempo decorrido desde sua aquisição e implantação na empresa até o seu processo de descarte. Para equipamentos de TI — como computadores, impressoras e demais periféricos — ela é estimada em 5 anos.

 

Dessa forma, a taxa de depreciação dos equipamentos de TI, que permite estimar sua desvalorização ao longo do período de vida útil, pode ser calculada em 20% ao ano. Isso significa que, a cada ano, a empresa “perde” 20% do valor que investiu no equipamento inicialmente, e esse valor pode ser comparado com a lucratividade que ele representa para o negócio.

 

A seguir, vamos mostrar algumas dicas para ajudá-lo a aumentar o tempo de vida útil dos equipamentos de TI em sua empresa. Acompanhe a leitura!

 

Monitore o desgaste

Monitorar o desgaste dos equipamentos de TI auxilia na identificação de problemas e permite corrigi-los antes que tragam maiores transtornos. Esse monitoramentopode ser feito com a ajuda de softwares especializados ou por verificação direta do estado dos componentes pela equipe de TI da empresa.

 

Alguns pontos importantes do monitoramento são:

  • verificar a eficiência de rotação dos coolers do computador;
  • acompanhar a temperatura de cada peça e compará-la com os valores ideais;
  • monitorar a utilização de recursos, como a memória, o espaço de armazenamento, a capacidade da bateria dos notebooks etc.

 

Faça manutenções preventivas

Em muitas empresas, os equipamentos de TI passam apenas por manutenções corretivas, que ocorrem quando algum deles apresenta falhas ou defeitos de funcionamento. Porém, as manutenções preventivas são essenciais para evitar que esses problemas aconteçam, o que é muito útil, visto que alguns defeitos podem ser difíceis de resolver.

 

Em alguns casos, pode ser necessária até mesmo a contratação de mão de obra especializada para corrigir alguns tipos de problemas, o que traz muitos gastos desnecessários para a organização.

 

Além disso, muitas vezes, os colaboradores precisam aguardar até que a máquina seja substituída ou consertada, o que impacta negativamente sua produtividade. Isso ressalta a importância da realização de manutenções preventivas de tempos em tempos para aumentar a vida útil de equipamentos de TI.

 

Alguns procedimentos de manutenção preventiva são:

  • verificação e troca da pasta térmica para melhorar o resfriamento do processador;
  • limpar arquivos temporários, atualizar drivers, desfragmentar o disco e fazer uma busca por vírus, para evitar a lentidão da máquina;
  • limpar os componentes;
  • organizar os cabos dentro do gabinete para melhorar a ventilação.

 

Observe as especificações de cada aparelho

Todo equipamento foi desenvolvido para funcionar sob condições específicas, que devem ser observadas com atenção para evitar que ele precise ser substituído cedo demais. No caso dos computadores, um dos equipamentos de TI mais utilizados nas empresas, é preciso tomar alguns cuidados para não diminuir sua vida útil, como:

  • monitorar a temperatura do processador, para evitar o superaquecimento;
  • garantir que ele esteja sendo ventilado de forma adequada;
  • manter o sistema operacional e os programas sempre atualizados;
  • evitar quedas ou derramamento de líquidos sobre seus componentes.

 

Ofereça treinamentos para a equipe

O mau uso pode reduzir a vida útil de equipamentos de TI, já que aumenta o desgaste. Para evitar que isso aconteça, é preciso adotar algumas boas práticas, das quais todos os colaboradores da empresa devem estar cientes. Uma forma eficiente de se fazer isso é promover treinamentos para a equipe, para que tenham conhecimento sobre as especificações dos equipamentos e como usá-los da melhor forma.

 

Além disso, é importante capacitar também a equipe de TI, para que saibam orientar e supervisionar os demais colaboradores em relação ao bom uso dos equipamentos, além de fazer manutenções de forma adequada. Assim, os problemas são resolvidos de forma mais rápida e efetiva, o que evita que os equipamentos voltem a ter o mesmo problema repetidas vezes.

 

Evite oscilações de energia

Oscilações bruscas de energia elétrica, como as quedas que ocorrem principalmente durante as chuvas e tempestades, podem prejudicar o funcionamento do computador. Um dos problemas trazidos pode ser a queima de peças, que podem tornar o computador inutilizável.

 

Para evitar isso, é importante desligar o computador nesses casos para evitar as descargas elétricas ou utilizar estabilizadores de energia e nobreaks. Esses dispositivos protegem os equipamentos de TI e outros eletrônicos, já que mantêm a tensão elétrica em um nível ideal — no caso do estabilizador — e permitem que eles funcionem mesmo em caso de quedas de energia — no caso dos nobreaks.

 

Fique atento à limpeza dos equipamentos

É fundamental fazer limpezas periódicas dos computadores e periféricos, para evitar o acúmulo de poeira e prolongar a vida útil dos equipamentos de TI. Quanto mais poeira no ambiente de trabalho, menor deve ser o intervalo entre as limpezas realizadas.

 

Essas limpezas podem ser feitas com o auxílio de um pincel, que permita limpar adequadamente as peças de mais difícil acesso. Além disso, para uma limpeza facilitada e ainda mais completa, peças como os coolers podem ser retiradas do gabinete.

 

Saiba identificar o momento certo de fazer a substituição

Nem sempre é interessante esperar até que o equipamento deixe de funcionar para substituí-lo por um novo. Isso porque, ao se aproximar do fim de sua vida útil, os equipamentos de TI não são mais capazes de apresentar os mesmos benefícios de quando chegaram à empresa.

 

Dessa forma, você pode passar a considerar a substituição do equipamento quando ele:

  • apresenta defeitos que exigem manutenções constantes, trazendo sobrecarga à equipe de TI;
  • dificulta a realização das atividades pelos colaboradores devido ao grande número de falhas, o que diminui sua produtividade no trabalho;
  • exige altos custos para reparos, o que acaba gerando cada vez mais gastos para a organização;
  • fica obsoleto devido ao surgimento de novas tecnologias.

 

Como você viu, existem várias formas de aumentar a vida útil de equipamentos de TI nas empresas, e é importante praticá-las para evitar problemas como gastos desnecessários. Assim, sua empresa pode obter um bom retorno sobre os investimentos feitos nos equipamentos e aproveitar ao máximo seus benefícios.

 

O artigo foi útil para você? Então não se esqueça de compartilhá-lo com seus amigos nas redes sociais para que eles também saibam como aumentar a duração dos equipamentos de TI!

Avalie o artigo:

Afinal, o que fazer para aumentar a vida útil de equipamentos de TI?
  • 0,00 de 5

  • 0 Avaliações
0

Deixe um comentário


0 Comentários