Galaxy VX: Combinando eficiência e confiabilidade nas aplicações de UPS

Aplicações de energia segura, utilizando UPS, principalmente, são pontos de redução na eficiência de qualquer sistema. Independentemente de sua topologia e tecnologias empregadas, estes equipamentos são conversores de energia que possuem, inerentemente, perdas associadas. Para muitas aplicações, especialmente as de potência mais baixa, isto não chega a ser um ponto que exija tanta atenção; afinal a perda acaba sendo pequena frente ao resto da operação. No entanto, para aplicações de grande escala e em locais que desejam ser reconhecidos pela sustentabilidade, aumentar a eficiência dos UPS se torna algo vital.

Há tempos que UPS de diversos fabricantes oferecem meios para elevar a eficiência do sistema de energia segura. Tradicionalmente, o método mais eficaz tem sido o de ofertar além do modo dupla conversão, um modo econômico, o ECO Mode. Pelas diferenças na operação, em alguns casos é possível um aumento de 5 a 10% quando o ECO Mode é utilizado, chegando a uma eficiência de 99%.

O ECO Mode tradicional funciona transferindo o tráfego de potência para o by-pass do UPS; desligando o retificador e o inversor. Durante este tipo de operação, o UPS monitora as condições da rede elétrica e, quando necessário, religa o inversor e transfere a carga. Com isto, é possível um ganho significativo de eficiência, mas ao custo de redução na confiabilidade. Este tempo de detectar um problema, religar o inversor e transferir a carga é rápido, mas não imperceptível.

A norma IEC 62040-3 trata dos tempos de transferência de UPS. Os equipamentos são classificados em níveis diferentes, em função do tempo que a tensão de saída leva para voltar a faixa nominal. As transferências de Classe 1, por exemplo, são as típicas de UPS dupla conversão, onde não há interrupção no fornecimento. Já o ECO Mode é classificado na Classe 3, indicando um tempo de transferência e possíveis efeitos indesejados na carga.

A Schneider Electric está lançando uma solução inovadora para acabar com esta troca entre eficiência e confiabilidade, permitindo que usuários de UPS tenham os dois. A linha Galaxy VX apresenta o revolucionário modo ECOnversionTM. Neste modo de operação, o melhor do modo dupla conversão e o melhor do ECO Mode foram combinados em uma solução única.

O modo ECOnversionTM funciona de forma similar ao ECO Mode, com a potência fluindo pelo by-pass do UPS. No entanto, o inversor do equipamento é mantido ligado, o que reduz o tempo de transferência em caso de falhas na rede elétrica. Isto garante ao modo ECOnversionTM a classificação de Classe 1 na IEC 62040-3; indistinguível ao modo dupla conversão, ao mesmo tempo que opera com eficiência de modo econômico; 99%.

Nobreak Schneider Galaxy VX

 

Outras vantagens sobre o ECO Mode também foram introduzidas, entre elas:

  • Carga constante das baterias pelo inversor (o mesmo que está em standby); isto melhora a vida útil das baterias e garante que elas estarão sempre prontas para assumir a carga.
  • Compensação de harmônicas, minimizando o impacto de cargas não lineares na rede elétrica, mesmo com a potência trafegando pelo by-pass.
  • Proteção contra curtos circuitos upstream; em caso de curto na rede elétrica, o UPS não deixará de alimentar a carga para tentar alimentar o curto.


A troca entre eficiência e confiabilidade é um desafio presente no mundo de UPS. Cada vez mais, empresas tem o interesse de manter as suas operações sustentáveis, mesmo as que envolvam energia crítica. Em aplicações de grande porte, isto significa também uma economia financeira significativa na operação e no dimensionamento de instalação. A flexibilidade de modos de operação dos equipamentos da linha V, Galaxy VM e Galaxy VX, permite que você escolha o UPS que melhor se adapta a sua necessidade.