Afinal, o que é infraestrutura convergente e quais seus benefícios?

Cuidar do TI de uma empresa não é uma tarefa fácil. Geralmente, são muitas demandas e atribuições envolvidas, principalmente por conta da pressão dos outros setores pelo bom desempenho e por disponibilidade dos sistemas de hardware e software. Para resolver esses problemas operacionais com mais agilidade e melhorar o dia a dia corporacional, um conceito deve ser analisado com cuidado, a infraestrutura convergente.

Compartilhe esta notícia

Para aprender mais sobre os benefícios da aplicação desse termo, continue acompanhando os tópicos deste post.

 

O que é infraestrutura convergente?

Uma infraestrutura convergente é um pacote que inclui e integra soluções de TI, como servidores, softwares de gerenciamento, rede e equipamentos de armazenamento. É como uma interface que centraliza todos esses componentes para facilitar o gerenciamento e a administração.

 

O objetivo é evitar problemas de compatibilidade e criar unidades robustas, virtualizadas e padronizadas, que agreguem essas funcionalidades e comuniquem bem entre si. 

 

Surgiu como uma solução para o problema da falta de desempenho dos silos tradicionais, separados em suas funções. Os comuns gargalos produtivos causados por eles incomodavam os gestores e atrapalhavam a performance diante da demanda cada vez maior, e da necessidade de que a TI entregasse mais valor para o resto da companhia.

 

Com os benefícios da virtualização, bem como a centralização das responsabilidades, os gestores conseguem garantir maior monitoramento, qualidade e mais estabilidade para o TI. A equipe fica menos focada em questões operacionais, já que os problemas diminuem e podem ser solucionados de formas mais simples, com auxílio da automação.

Como saber o melhor momento para implementar?

Um dos principais fatores que indicam a necessidade de convergência é o aumento da demanda por crescimento rápido dos serviços. Pois, quando isso acontece, o TI já não consegue suprir mais com a mesma qualidade as necessidades da empresa e não oferece o devido suporte à escalabilidade, por causa da complexidade que envolve os diversos silos de diferentes funções e especificidades.

 

Outro fator é quando a tecnologia da organização está obsoleta demais e não é possível reduzir custos de forma significativa. Isso prejudica a capacidade de gerenciamento e gera diversos efeitos negativos para as operações.

 

Ademais, a melhor forma de se recuperar de um incidente muito ruim e começar do zero é com uma infraestrutura que oferece integração de componentes.

 

Para iniciar a implementação, é preciso, então, preparar bem a equipe, planejar as mudanças e organizar os investimentos. Mas também vale buscar transparência com relação às bases estruturais existentes, focar na automação, identificar demandas para projetos futuros e elaborar um plano de convergência.

 

Quais os benefícios?

A seguir, apresentaremos as vantagens da aplicação desse conceito. 

 

Eficiência

Como a integração de componentes gera redução de complexidade na administração e no uso dos sistemas, um dos benefícios é a otimização da eficiência. Com o uso das melhores tecnologias e melhores possibilidades de extração de qualidade dos recursos, as atividades internas ganham mais agilidade e não são interrompidas por entraves e incidentes frequentes.

 

Redução de custos

Esse tipo de infraestrutura incorre em mais economia e simplificação da gestão, com melhor planejamento. Dessa forma, os líderes conseguem se preparar melhor para possíveis necessidades de investimento, a fim de gastar somente o necessário. Ademais, existe redução de custos com pessoal, por conta da automação e foco em resultados, o que garante um uso mais consciente dos recursos.

 

Proteção de dados

Com a ajuda da computação em nuvem e seus backups, e soluções de recuperação de desastres, os riscos de ataques virtuais diminuem consideravelmente também. Com mais segurança e proteção dos dados, as operações são menos comprometidas, o que gera também mais eficiência, mas também permite uma satisfação maior do consumidor final, pois aumenta a confiança. 

 

Esse conceito visa alterar a cultura de TI das empresas e ajudá-las a obter melhores resultados por meio de centralização de responsabilidades e de uma administração mais concentrada. Isso reduz a complexidade da gestão e gera menos problemas operacionais. 

 

Gostou do artigo? O que acha da infraestrutura convergente? Conte nos comentários as suas impressões!

Avalie o artigo:

Afinal, o que é infraestrutura convergente e quais seus benefícios?
  • 0,00 de 5

  • 0 Avaliações
0

Deixe um comentário


0 Comentários